RECOMENDAÇÕES DA SEMANA #1

Uma das ideias que esteve a fervilhar na minha mente nos últimos tempos estava relacionada com a partilha de pequenas recomendações sobre os mais variados assuntos: livros, música, filmes, séries ou podcasts. Esteve até em cima da mesa uma newsletter, mas achei que, para começar, seria melhor ter este género de conteúdos o mais acessível possível, sem ter de estar a massacrar pessoas com subscrições. Se já pouca gente lê blogs, imagino a quantidade de pessoas que manda para a pasta do “Lixo” emails sem sequer os abrir. Vamos então às recomendações desta semana.

[evento] O evento online “Mulheres, Caça às Bruxas e Acumulação de Capitais” com a ativista, feminista, escritora e professora de Filosofia Política e Estudos Internacionais na Universidade de Hofstra em Nova Iorque, Silvia Federici, organizado pela Culturgest. Quem acompanhou o evento em directo teve a oportunidade de dirigir algumas questões a Silvia Federici que, na minha opinião, enriqueceram imenso esta conversa, ficando o convite à reflexão sobre diversos temas (assistir ao evento – de momento, apenas em inglês, mas penso que em breve será divulgada uma versão com tradução).

[livro] “Mulheres, Caça às Bruxas e Acumulação de Capitais” esteve inicialmente marcado para Maio, altura em que foi publicado em português “Calibã e a Bruxa”, pela Orfeu Negro. Trata-se de um ensaio incontornável, centrado na transição do feudalismo para o capitalismo e na caça às bruxas, que já quero ler há algum tempo. É bastante expectável que venha morar cá para casa ainda este ano, especialmente depois de ter ouvido a autora falar sobre ele e de todo o questionamento que este nos traz (comprar o livro).

[podcast] Como não podia deixar de ser, há que celebrar o facto de quatro mulheres terem sido laureadas, esta semana, com o Prémio Nobel. Uma com o Nobel da Física, duas com o Nobel da Química, uma com o Nobel da Literatura. Andrea Ghez, Emmanuelle Charpentier, Jennifer A. Doudna e Lousie Glück. Relativamente à poetisa americana, resta-me esperar que seja traduzida em Portugal muito em breve e deixar-vos com um pequeno episódio do podcast “Clássicxs Sem Classe”, onde podem ouvir cinco poemas recitados pela criadora do podcast, Juliana Brina (Brasil), com tradução da própria (ouvir o episódio).

[documentário] Desde que deixei de subscrever de modo ininterrupto famosas plataformas de streaming (vou subscrevendo um mês ou outro, conforme as séries que quero ver) que comecei a consultar com maior regularidade a plataforma RTP Play. A recomendação desta semana vai, de olhos fechados, para Woman, de Yann Arthus-Bertrand e Anastasia Mikova. Um documentário que dá voz a 2000 mulheres de 50 países, de várias idades, etnias e credos, mulheres que nos fazem rir, chorar e, sobretudo, refletir. Uma verdadeira obra-prima e um valente murro no estômago (assistir ao documentário).

[álbum] Para finalizar esta lista, deixo-vos com um dos meus álbuns favoritos de 2020, lançado no dia 28 de Agosto. Whole New Mess, de Angel Olsen, é uma espécie de disco “perdido” que foi, para nossa sorte, resgatado. Trata-se da primeira versão de All Mirrors (2019), gravada numa igreja católica convertida em estúdio de gravação numa pequena cidade de Washington. O álbum foi gravado sem banda o que lhe confere uma atmosfera intimista e magnetizante (ouvir o álbum).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s